2017: o terror em alta na bilheteria

2017 foi um ano e tanto para os filmes de terror. Segundo reportagem do New York Times, publicada em outubro do ano passado, foi o melhor ano na história do gênero, levando-se em conta a bilheteria e o montante arrecadado nos EUA. Dois fenômenos de público (e crítica, em geral) puxaram a fila: Corra, filme de Jordan Peele que trata de racismo e intolerância, e IT: A Coisa, adaptado da obra de Stephen King.

Apesar do orçamento apertado, o primeiro arrecadou impressionantes 175 milhões de dólares nos EUA, aparecendo, de acordo com a Box Office Mojo, como o 16º filme de maior bilheteria no país. Já IT acaba de entrar de vez para a história: alcançou a marca de 327 milhões de dólares, tornando-se o filme de terror de maior bilheteria de todos os tempos. Produzido pela Warner, o longa terminou o ano na sexta posição entre os filmes mais rentáveis do ano, batendo blockbusters como Meu Malvado Favorito 3, Logan e Thor.

+ Leia a crítica de IT: A Coisa

Somando a bilheteria de todos os lançamentos de terror de 2017, chegamos a um número espetacular: mais de 700 milhões de dólares no mercado doméstico americano, incluindo nessa lista outros títulos que também fizeram bonito, como Fragmentado, de M. Night Shyamalan (138 milhões de dólares), e Annabelle 2: A Criação do Mal (102 milhões).

Para efeito de comparação, em 1973, ano de lançamento de um dos maiores clássicos do terror, O Exorcista, a bilheteria total alcançou 233 milhões de dólares. Além de um saldo positivo importante para os produtores, 2017 também foi marcado pela qualidade de obras que mesclaram elementos básicos do gênero com uma roupagem mais indie, típica do circuito de filmes alternativos. Podemos citar, por exemplo, o francês Raw, o americano Ao Cair da Noite e o polêmico Mother!.

+ Leia a crítica de Fragmentado, novo filme de Shyamalan

E que ano para Stephen King! Além de lotar as livrarias do Brasil com relançamentos, o autor levou suas histórias para a tela em pelo menos três grandes filmes: IT: A Coisa, como já falamos acima, e dois projetos realizados em parceria com a Netflix, 1922 e Jogo Perigoso (ambos disponíveis com exclusividade no canal de streaming).

A seguir, a título de curiosidade, listo os filmes de terror com as maiores bilheterias da história (dados coletados no Box Office Mojo).

1. IT: A Coisa (2017) — 327 milhões de dólares
2. O Sexto Sentido (1999) — 294 milhões de dólares
3. O Exorcista (1973) — 233 milhões de dólares
4. Revelação (2000) — 155 milhões de dólares
5. A Bruxa de Blair (1999) — 141 milhões de dólares
6. Invocação do Mal (2013) — 137 milhões de dólares
7. O Chamado (2002) — 129 milhões de dólares
8. O Grito (2004) — 110 milhões de dólares
9. Atividade Paranormal (2009) — 108 milhões de dólares
10. Atividade Paranormal 3 (2011) — 104 milhões de dólares

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s