Rua Cloverfield, 10: o que está por trás do jogo criado por J.J. Abrams?

Michelle (a atriz Mary Elizabeth Winstead) em Rua Cloverfield, 10
Michelle (a atriz Mary Elizabeth Winstead) em Rua Cloverfield, 10

Nem bem estreou e Rua Cloverfield, 10, suspense produzido por J.J. Abrams, uma das mentes mais criativas e espertas de Hollywood, responsável pelo sucesso da série Lost e diretor de Star Wars – O Despertar da Força, já está dando o que falar em discussões na internet, sobretudo entre os fãs da ficção científica Cloverfield, o filme de 2008, também produzido por Abrams, que mostrava Nova York sob o ataque de monstros, como se estivéssemos vendo um vídeo caseiro registrado por uma das vítimas.

Trata-se de uma sequência do original de 2008? Como ligar os dois filmes?

Aí o mistério ganha corpo graças, principalmente, à habilidade de Abrams em promover seus projetos, através de campanhas de marketing sorrateiras que, aos poucos, vão se agigantando pelo boca-a-boca virtual. Você já ouviu falar de ARG (Alternate Reality Game)? No final do post conto como ele é eficaz quando o objetivo é viralizar um conteúdo.

Continuar lendo